Poster – 06

Título

FERRO ALIMENTAR: MITOS E REALIDADES

Autores

Paula Ravasco 1,2, António Robalo Nunes 1
1 – Serviço de Imunohemoterapia do Centro Hospitalar Lisboa Norte; 2 – Laboratório de Nutrição da Faculdade Medicina da Universidade de Lisboa

O ferro (Fe) é um dos micronutrientes mais abundantes na crosta terrestre, mas a ferropénia é a deficiência nutricional isolada mais frequente, que indicia compromisso da sua biodisponibilidade. A importância do Fe decorre de ser constituinte essencial da hemoglobina (Hb), mioglobina e numerosas biomoléculas envolvidas no metabolismo energético. O desequilíbrio persistente/cumulativo entre aporte e necessidades orgânicas de Fe conduzem progressivamente à ferropénia e à anemia ferropénica (AF),a anemia mais frequente caracterizada por quantidade insuficiente de Fe disponível com impacto negativo na eritropoiese. A OMS define anemia como Hb < que os valores de referência(<13g/dL Homem adulto;<12g/dL Mulher adulta).A AF atinge cerca de 30% da população mundial. Causas e Prevenção: na ausência de patologia subjacente, a causa + comum da AF é a alimentação inadequada crónica(baixa ingestão de Fe ou Fe com baixa biodisponibilidade). Há que manter uma dieta adequada, conciliando na mesma refeição alimentos de origem animal, vegetal e amplificadores de absorção, i.e. vit. C, b-caroteno, vit. A, selénio, cenário este que se configura como o + favorável para absorção do Fe ingerido. Não está recomendada suplementação, a não ser com prescrição médica. Ferro heme e não-heme: o Fe-heme está presente em alimentos de origem animal: carne bovina, frango, peixe; o Fe não-heme encontra-se nos vegetais, ovos e alimentos fortificados. De acordo com a sua forma, o Fe pode ser absorvido por diferentes mecanismos na mucosa intestinal. O Fe-heme é solúvel no intestino delgado e + facilmente absorvido (15-35%) por esta via sem interferência de fatores químicos/alimentares. Em contraste, a absorção do Fe não-heme é menor (2-5%),e varia com fatores químicos/alimentares. Fitatos (cereais/grãos), fibras, taninos (chá/café) e cálcio dificultam sua absorção. A literatura é vasta e consubstancia a importância da composição da dieta para manter adequado estado nutricional e metabolismo do Fe.

X