Poster – 11

Título

Importância relativa de várias intervenções de Patient Blood Management – a opinião dos peritos portugueses

Autores

Jorge Félix 1, Björn Vandewalle 1, César Ferreira 1, Diana Ferreira 1, Mafalda Gonçalves 1, Melina Mota 1, Valeska Andreozzi 1, António Robalo Nunes 2, Dialina Brilhante 3, Alexandre Carrilho 4, Carla Monteiro 5, Carlos Aldeia 6, Mª Céu Lobo 7, Deonilde Espírito Santo 8, Francisco Ferro 9, Joaquim Andrade 10, Jorge Coutinho 11, Jorge Martinez 12, Jorge Tomaz 13, José Aguiar 14, Laurentina Queirós 15, Luísa Oliveira 16, Manuel Matos Chaves 7, Marco Sampaio 17, Marika Antunes 17, Marina Costa 18, Teresa Araújo 19
[1] Exigo Consultores, Lisboa; [2] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital das Forças Armadas, Lisboa; [3] Serviço de Imunohemoterapia, Instituto Português de Oncologia de Lisboa de Francisco Gentil, Lisboa; [4] Serviço de Anestesiologia, Hospital S. José, CHLC, Lisboa; [5] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital S. João, CHSJ, Porto; [6] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital do Litoral Alentejano, ULSLA, Santiago do Cacém; [7] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital Egas Moniz, CHLO, Lisboa; [8] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital S. José, CHLC, Lisboa; [9] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital do Espírito Santo, Évora; [10] Serviço de Hematologia, Hospital S. João, CHSJ, Porto; [11] Serviço de Hematologia, Hospital S. António, CHP, Porto; [12] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital Pêro da Covilhã, CHCB, Covilhã; [13] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital da Universidade, CHUC, Coimbra; [14] Serviço de Anestesiologia, Hospital S. António, CHP, Porto; [15] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital da Senhora de Oliveira, Guimarães; [16] Serviço de Anestesiologia, Hospital SAMS, Lisboa; [17] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital S. António, CHP, Porto; [18] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital São Teotónio, Viseu; [19] Serviço de Imunohemoterapia, Hospital Curry Cabral, CHLC, Lisboa

Introdução e objectivos. O termo Patient Blood Management (PBM) descreve uma série de intervenções médicas e cirúrgicas, agregadas em três pilares basilares, que têm como objectivo a conservação e optimização do sangue do doente. Este estudo teve como objectivo avaliar a importância relativa de várias intervenções em saúde associadas ao PBM através da recolha da opinião de peritos.

Métodos. A distribuição da importância relativa associada às intervenções seleccionadas foi avaliada através de uma análise de decisão envolvendo critérios múltiplos. Foram identificados critérios relevantes (intervenções em saúde associadas ao PBM) aos quais foram atribuídos valores (pesos), através da aplicação de um questionário a peritos nacionais, de forma a identificar a sua importância relativa.

Resultados. Foram analisadas as respostas de 18 peritos. As intervenções que obtiveram maior preferência dos peritos foram a administração de ferro (Pilar 1) e a estratégia transfusional restritiva de concentrado eritrocitário (Pilar 3): 14,4% e 14,0%, respectivamente. Ao nível do Pilar 2 destaca-se a administração de concentrado fibrinogénio com um peso relativo de 10,1%.

Conclusões. Com a realização deste estudo, foi possível identificar as intervenções associadas ao Patient Blood Management com maior importância relativa para os peritos portugueses. A administração de ferro e a estratégia transfusional restritiva de concentrado eritrocitário seriam as intervenções preferidas por este grupo de peritos na eventualidade da implementação de um Patient Blood Management em Portugal.

X